SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 número2Perspectivas atuais para a obtenção controlada de polímeros e sua caracterizaçãoReciclagem de materiais plásticos: a importância da identificação correta índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Polímeros

versão impressa ISSN 0104-1428versão On-line ISSN 1678-5169

Resumo

LAGARINHOS, Carlos Alberto F.  e  TENORIO, Jorge Alberto S.. Tecnologias utilizadas para a reutilização, reciclagem e valorização energética de pneus no Brasil. Polímeros [online]. 2008, vol.18, n.2, pp.106-118. ISSN 0104-1428.  https://doi.org/10.1590/S0104-14282008000200007.

Os pneus usados estão se tornando um problema mundial. O descarte de pneus cresce ano após ano em todo o mundo. Pouca importância foi dada ao descarte de pneus em muitos países. No Brasil, em 1999, foi aprovada a Resolução nº 258/99 do CONAMA (Conselho Nacional do Meio Ambiente) que instituiu a responsabilidade do produtor e do importador pelo ciclo total do produto, ou seja, a coleta, o transporte e a disposição final. Desde 2002, os fabricantes e importadores de pneus devem coletar e dar a destinação final para os pneus usados. Segundo essa lei, os distribuidores, revendedores, reformadores e consumidores finais são co-responsáveis pela coleta dos pneus servíveis e inservíveis, os quais devem colaborar com a coleta. Neste trabalho serão apresentadas as tecnologias utilizadas no Brasil para a reutilização, reciclagem e valorização energética, além de um fluxograma do processo de logística reversa dos pneus novos e usados, dados estatísticos dos canais de distribuição, objetivo da reciclagem e a disposição final, no período de 2002 a 2006. Em 2006, foram reciclados 240,62 mil toneladas de pneus inservíveis, o equivalente a 48,12 milhões de pneus de automóvel. As atividades de laminação, trituração e fabricação de artefatos de borracha representaram 50,02% do total destinado, o co-processamento em fornos de clínquer representou 35,73%, a regeneração de borracha sintética representou 13,22% e a extração e tratamento de minerais 1,03%.

Palavras-chave : Reciclagem; pneus; tecnologias.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons