SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 número3Caracterização térmica e dinâmico-mecânica de compósitos TPU/mica preparados em reômetro de torque índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Polímeros

versão impressa ISSN 0104-1428

Resumo

SILVA, Elaine A. da  e  MOITA NETO, José M.. Logística reversa nas indústrias de plásticos de Teresina-PI: um estudo de viabilidade. Polímeros [online]. 2011, vol.21, n.3, pp.246-251.  Epub 17-Jun-2011. ISSN 0104-1428.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-14282011005000041.

O aumento do consumo de plásticos tem como consequência direta a geração de resíduos pós-consumo desses materiais, demandando uma atenção especial para o setor. Pelo princípio do poluidor-pagador, os fabricantes têm responsabilidade sobre o gerenciamento dos materiais que produzem. O objetivo deste trabalho é analisar a viabilidade de implantação da logística reversa nas indústrias do setor de plásticos da cidade de Teresina, capital do Piauí. Realizaram-se visitas in loco em nove indústrias que produzem artefatos de plásticos. Foram feitas entrevistas com os administradores, a fim de conhecer o processo produtivo, as matérias-primas utilizadas e a sua origem, além da análise da possibilidade da reinserção dos resíduos pós-consumo na cadeia produtiva e/ou de negócios. Constatou-se que a aplicação da logística reversa é uma realidade distante para o setor. A inexistência de um programa consolidado de coleta seletiva e a falta de uma legislação efetiva possibilita que as indústrias optem ou não por estabelecer a logística reversa em seus processos. O estabelecimento futuro da logística reversa no setor de plásticos de Teresina-PI depende do incremento nas atividades de pesquisa e inovação tecnológica e da criação de um mercado para produtos reciclados.

Palavras-chave : Logística reversa; reciclagem; plásticos.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons