SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número3Sonda metálica reduzida para a caracterização térmica de polímerosBiocompósitos de acetato de celulose e fibras curtas de Curauá tratadas com CO2 supercrítico índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Polímeros

versão impressa ISSN 0104-1428

Resumo

SILVA, Rodrigo S. et al. Filme autosuportado de polianilina desdopada para aplicações anticorrosivas. Polímeros [online]. 2012, vol.22, n.3, pp.288-294.  Epub 21-Jun-2012. ISSN 0104-1428.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-14282012005000039.

Os polímeros intrinsecamente condutores (PIC), como a polianilina (PAni), têm sido estudados com alternativa em filmes protetores de metais oxidáveis contra a corrosão. Dada a dificuldade de fusão ou dissolução da PAni para a produção de filmes, investigou-se a possibilidade de obter filmes pela mistura de PAni no estado oxidado e desdopado, conhecida como base esmeraldina, com plastificante não dopante 4-cloro-3-metilfenol (CMF) e solvente conveniente. Filmes produzidos desta forma foram caracterizados por espectroscopia FTIR e RAMAN, por TGA e ensaio de voltametria cíclica. A caracterização mostrou filmes termicamente estáveis até a temperatura de 200 ºC com indícios de interação da PAni com o CMF, com a PAni se mantendo no estado oxidado no filme produzido, condição necessária para futura aplicação como filme anticorrosivo de proteção anódica.

Palavras-chave : Polianilina; espectroscopia Raman; esmeraldina base; polímero condutor.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons