SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 issue50Evaluation on the citizenship Mangueira Olympic ProjectSocioeconomic status, quality and equity in the schools of Belo Horizonte author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação

Print version ISSN 0104-4036

Abstract

FAJARDO, Indinalva Nepomuceno; SILVA, Íris Lima e; PINTO, Fátima Cunha Ferreira  and  BERESFORD, Heron. Pressupostos de uma avaliação de contexto existencial da violência escolar para o planejamento de condutas motoras educacionais voltadas para pré-adolescentes de classes de progressão. Ensaio: aval.pol.públ.Educ. [online]. 2006, vol.14, n.50, pp. 91-106. ISSN 0104-4036.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-40362006000100007.

As condutas violentas de crianças, de pré-adolescentes e de adolescentes, em situação de risco social, têm-se constituído em um fenômeno de natureza moral que vem se alastrando nos últimos anos no Brasil. Tal fato tem atingido diferentes instâncias da sociedade brasileira, dentre estas, muitas escolas, constituindo-se em um grande desafio e preocupação para a sociedade e, mais especificamente, para os responsáveis por estas instituições. Por este motivo vem sendo objeto de políticas públicas que, de alguma maneira, buscam apresentar alternativas estratégicas para a solução de um problema de tal magnitude. Sendo assim, este trabalho teve por objetivo apresentar uma reflexão acerca do assunto, apresentando uma avaliação de contexto existencial de violência que pudesse contribuir com alguns pressupostos para o planejamento de condutas motoras educacionais voltadas para pré-adolescentes com atraso no desenvolvimento cognitivo e que, por isto mesmo, encontram-se matriculados em classes de progressão. Tal avaliação foi desenvolvida a partir de uma compreensão fenomenológica existencial dos entes pré-adolescentes de 9 a 12 anos de idade, matriculados na referida classe da Escola Municipal Dr. Mário Augusto T. de Freitas, localizada na Zona Norte do Rio de Janeiro, na qual o comportamento violento de alunos é uma manifestação corriqueira. Nesta compreensão estabeleceu-se uma correlação lógica entre as causas e conseqüências do referido problema, utilizando-se como suporte teórico o pensamento de José Ortega Y Gasset que manifesta a necessidade de se conhecer o Ser a partir de sua circunstância existencial, evidenciando-se que os entes em questão vivem em um contexto sociohistórico de circunstâncias adversas, as quais podem ser levadas em consideração como sendo, de certa forma, as causas da violência na escola e em outros ambientes inerentes às suas vidas.

Keywords : Avaliação; Escola; Classe de progressão; Fenomenologia existencial; Violência.

        · abstract in English | Spanish     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese