SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 número100Concepções de aprendizagem em estudantes do ensino superior: Reanálise do COLI (Inventário de Concepções de Aprendizagem)Educação Comparada Brasil–Espanha: Estado da Arte 1990–2014 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação

versão impressa ISSN 0104-4036versão On-line ISSN 1809-4465

Resumo

OLIVEIRA, Terezinha. A formação do professor no século XXI segundo uma abordagem da história da educação medieval. Ensaio: aval.pol.públ.Educ. [online]. 2018, vol.26, n.100, pp.706-722. ISSN 0104-4036.  http://dx.doi.org/10.1590/s0104-40362018002601609.

Nosso propósito é tratar da formação docente no Brasil tendo por fio condutor a história e a história da educação, apoiando-nos em textos de Tomás de Aquino. Para nós, no processo de formação de professores, é preciso que os profissionais nele envolvidos tenham uma noção clara de que o ensino e a aprendizagem ocorrem quando estes personagens têm consciência da necessidade de compreender a “essência” intelectual do homem. Por isso, recuperamos o mestre dominicano para explicitar que o conhecimento se efetiva quando há entendimento de que os homens são, por excelência, seres sociais. Baseados nesses princípios, examinaremos os dados sobre o ensino no Brasil, valendo-nos das reflexões do mestre medieval para mostrar quão relevante é para um país que as pessoas tenham o conhecimento adquirido pela e na história. Em termos teóricos, nossos argumentos seguem os princípios da história social, com especial atenção para a ideia de longa duração.

Palavras-chave : Conhecimento; Tomás de Aquino; Formação docente.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )