SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 número100Educação Comparada Brasil–Espanha: Estado da Arte 1990–2014Concepções e ações de professoras sobre propostas de um programa de educação integral índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação

versão impressa ISSN 0104-4036versão On-line ISSN 1809-4465

Resumo

LIRA, Adriana  e  GOMES, Candido Alberto. Violências escolares: que aprendemos para a formação de professores?. Ensaio: aval.pol.públ.Educ. [online]. 2018, vol.26, n.100, pp.759-779. ISSN 0104-4036.  http://dx.doi.org/10.1590/s0104-40362018002601574.

Considerando fundamental o papel dos docentes para superar as violências escolares, esta pesquisa identificou como adolescentes percebem as ações dos seus professores. Trata-se de uma investigação qualitativa, por meio de imersão numa escola com anos finais do ensino fundamental da periferia de Brasília, capital do Brasil. Realizaram-se análise documental, observação e entrevistas individuais semiestruturadas, além de grupos focais. Os resultados apontam para o uso de metodologias pouco compatíveis com as aspirações adolescentes de autonomia e protagonismo, com excesso de exposição oral e cópias. As relações impessoais dos professores com os alunos, aliadas às dificuldades de lidar com conflitos na sala de aula, contribuem para violências e indisciplina surgirem e se agravarem. Daí fluem propostas para alterar a formação docente.

Palavras-chave : Violência escolar; Indisciplina; Adolescentes; Ensino fundamental; Formação de professores.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )