SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
 número42Por que aprender História?Educação Histórica: vontades de mudança índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Educar em Revista

versão impressa ISSN 0104-4060

Resumo

MARTINS, Estevão C. de Rezende. História: consciência, pensamento, cultura, ensino . Educ. rev. [online]. 2011, n.42, pp. 43-58. ISSN 0104-4060.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-40602011000500004.

A História se faz pelo agir humano no tempo e no espaço social. O agir é individual. Seus resultados ultrapassam, o mais das vezes, o âmbito do particular e conformam o conjunto da sociedade, por diferentes caminhos. O ensino da História situa-se numa dupla perspectiva. A tradicional, de cunho restrito, e a potencializadora, de tipo abrangente. Em ambos os casos requer-se a consciência histórica de cada indivíduo, na qual se coloca em perspectiva a experiência refletida do tempo, cujo sentido histórico somente vem a ser articulado quando se dá a devida identificação de seus componentes culturais e de seu efeito conformador do presente. O ensino da História encontra sua missão mais destacada no estabelecimento da correlação substantiva entre a vida quotidiana do presente e o passado historiado. Deve-se preservar a qualidade controlável dos conteúdos produzidos e utilizados e a responsabilidade (pedagógica e ética) de docentes e aprendizes para consigo e para com os demais. O ensino de história é, com isso, simultaneamente profissão e missão.

Palavras-chave : História; ensino de História; tradição; exemplaridade; responsabilidade social; historiografia; tempo presente; passado refletido.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português