SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.49 issue1Cardiotocography in pregnancies with absent or reversed end-diastolic velocity in the umbilical arteries: analisys of perinatal outcomeNutritional status and food intake assessment of climacterics women author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Associação Médica Brasileira

Print version ISSN 0104-4230On-line version ISSN 1806-9282

Abstract

DALL'OGLIO, Marcos Francisco et al. O estadiamento TNM do carcinoma de células renais deve ser modificado novamente ?. Rev. Assoc. Med. Bras. [online]. 2003, vol.49, n.1, pp.86-90. ISSN 0104-4230.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302003000100039.

OBJETIVOS: O comportamento do carcinoma de células renais estádio PT1 não está completamente esclarecido. Nós estudamos a presença de fatores prognósticos e tamanho tumoral na recorrência e sobrevida do carcinoma de rim esporádico após tratamento cirúrgico. MÉTODOS: Foram revisados retrospectivamente 120 pacientes, 93 PT1, nove PT2, 11 PT3, sete PT4, seguidos após nefrectomia. Foram analisadas sobrevida e recorrência da doença dentro de três grupos de tumores: grupo 1: < 4cm, grupo 2: 4-7 cm e grupo 3: >7 cm e os fatores prognósticos preditivos avaliados foram grau nuclear, invasão microvascular, presença de gânglios comprometidos e degeneração sarcomatosa RESULTADOS: A freqüência de fatores prognósticos adversos aumenta à medida que aumenta o tamanho do tumor. No grupo 1 tivemos apenas quatro tumores de alto grau e somente um apresentou invasão microvascular não havendo gânglios comprometidos ou degeneração sarcomatosa. No grupo 2 havia 16 tumores de alto grau, quatro sarcomatosos, dois com invasão microvascular positiva e dois com gânglios positivos. No grupo 3, encontraram-se 18 tumores de alto grau, 15 com invasão microvascular e sete com gânglios positivos e cinco sarcomatosos. Houve significância estatística na sobrevida câncer específica (p=0,002) e livre de doença (p=0,0002) entre os três grupos. CONCLUSÃO: A evolução dos tumores PT1 é distinta para tumores menores de 4 cm e de 4-7 cm cabendo a subdivisão destes dois grupos em T1a e T1b.

Keywords : Carcinoma de células renais; Estadiamento; Neoplasias; Neoplasia recorrente; Neoplasias [classificação].

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License