SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.49 issue4Informed consent in research: a new approachBioethical study of kidney transplantation in Brazil involving unrelated living donors: the inefficiency of law to prevent organ commercialism author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Associação Médica Brasileira

Print version ISSN 0104-4230

Abstract

DUARTE, Priscila Silveira; MIYAZAKI, Maria Cristina O.S.; CICONELLI, Rozana Mesquita  and  SESSO, Ricardo. Tradução e adaptação cultural do instrumento de avaliação de qualidade de vida para pacientes renais crônicos (KDQOL-SFTM). Rev. Assoc. Med. Bras. [online]. 2003, vol.49, n.4, pp. 375-381. ISSN 0104-4230.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302003000400027.

OBJETIVO: Realizar a tradução para o português e a adaptação cultural do instrumento Kidney Disease Quality of Life Short Form - KDQOL-SFTM para sua posterior validação no Brasil. MÉTODOS: O instrumento foi traduzido da versão original (Inglês) para a língua portuguesa pelos autores e por tradutor juramentado e, posteriormente, revisado e avaliado quanto ao grau de dificuldade das traduções e equivalência por tradutor especialista. O instrumento foi, então, aplicado em 30 pacientes com insuficiência renal crônica terminal, em tratamento dialítico, selecionados aleatoriamente. RESULTADOS: A idade média dos pacientes foi 47±9 anos (variação, 23 a 60 anos), com escolaridade básica incompleta em 53% deles, sendo 60% do sexo feminino. A maioria dos pacientes (63%) realizava hemodiálise e o período de tratamento nos 30 dias antecedentes à aplicação do questionário foi de pelo menos 12 horas ou mais por semana. O tempo de tratamento dialítico era de 0-2 anos para 70% dos pacientes. A viabilidade do instrumento e as dificuldades encontradas pelos pacientes foram avaliadas por um painel de profissionais e as mudanças foram feitas baseadas nas dificuldades de compreensão. As atividades do instrumento original incompatíveis com atividades realizadas habitualmente pela população brasileira foram substituídas. Foram modificadas expressões da tradução, por termos sugeridos pelos pacientes e especialistas brasileiros e a explicação de cinco itens foi colocada entre parênteses para facilitar a compreensão. As palavras de uso comum da língua portuguesa foram mantidas. CONCLUSÃO: A tradução e a adaptação cultural do questionário KDQOL-SF para o português foram realizadas, tendo sido cumprida esta importante etapa para sua validação e utilização em nosso meio.

Keywords : Qualidade de vida; Insuficiência renal crônica; Tradução e adaptação cultural; KDQOL-SF; Questionário.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese