SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.49 issue4Sex hormones in women on dialysisAnthropometry, pubertal development and their relationship with menarche author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Associação Médica Brasileira

Print version ISSN 0104-4230

Abstract

LEITAO, Ana V. A. et al. Avaliação da capacidade física e do estado nutricional em candidatos ao transplante hepático. Rev. Assoc. Med. Bras. [online]. 2003, vol.49, n.4, pp. 424-428. ISSN 0104-4230.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302003000400035.

OBJETIVO: Avaliar o estado nutricional, os indicadores de capacidade física e suas relações com a função hepática, em pacientes candidatos ao transplante de fígado. MÉTODOS: Foram estudados 32 pacientes pré-transplante, classificados como Child-Pugh A (25%), B (22%) e C (53%). A capacidade física foi avaliada pelos parâmetros: força muscular do quadríceps, dos flexores plantares e dorsais do pé; equilíbrio estático; coordenação; velocidade da marcha; teste de 6 minutos de caminhada e teste "timed get up and go"; índices de Barthel e de Karnofsky. O estado nutricional foi avaliado pelo escore de Mendenhall e classificado segundo Blackburn. RESULTADOS: Foi detectado déficit de força de quadríceps (32% dos pacientes), do equilíbrio (34,8%), da velocidade da marcha (66,7%) e da coordenação (15,6%). O teste de caminhada indicou baixo desempenho físico em 72,5 % dos pacientes (moderado em 40,9% e grave em 31,6%). O índice de Karnofsky revelou que 43,8% dos pacientes necessitava assistência considerável. Foi identificada desnutrição em 62,5% dos pacientes (leve em 28,13%; moderada e grave em 34,37%). O teste do qui quadrado não mostrou associação entre a classificação de Child-Pugh e o estado nutricional, o teste de caminhada e o índice de Karnofsky. A associação entre o teste de caminhada e o índice de Karnofsky foi altamente significante (p<0,001). CONCLUSÃO: Os resultados monstraram que a incapacidade física e a desnutrição foram altamente prevalentes nos pacientes estudados, independente do grau da disfunção hepática avaliada segundo a classificação tradicional de Child-Pugh.

Keywords : Transplante hepático; Estado nutricional; Capacidade física; Classificação de Child-Pugh.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese