SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.51 número1O preparo do médico e a comunicação com familiares sobre a morteSituações eticamente conflituosas vivenciadas por estudantes de medicina índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista da Associação Médica Brasileira

versão impressa ISSN 0104-4230versão On-line ISSN 1806-9282

Resumo

VIDAL, Suely A.; ARRUDA, Bertoldo K. G. de; VANDERLEI, Lygia C.  e  FRIAS, Paulo G.. Avaliação da série histórica dos nascidos vivos em unidade terciária de pernambuco: 1991 a 2000. Rev. Assoc. Med. Bras. [online]. 2005, vol.51, n.1, pp.17-22. ISSN 0104-4230.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302005000100014.

OBJETIVO: Analisar a série temporal dos Nascidos Vivos do Instituto Materno Infantil de Pernambuco (IMIP) - Recife, segundo algumas variáveis, no período de julho de 1991 a dezembro de 2000. MÉTODOS: Utilizou-se o banco de dados do Sistema de Informação sobre Nascidos Vivos (Sinasc). Para análise estatística considerou-se os anos de 1993 a 2000 e foi realizado o Qui-quadrado de tendência (p < 0,05) no Epi Info (versão 6.0). RESULTADOS: Apesar da predominância de parto vaginal, peso > 2500g, idade gestacional > 37 semanas, Apgar no 1º e 5º minutos entre 8 e 10, mães adultas, 4 a 6 consultas de pré-natal, encontrou-se percentuais elevados e tendência progressiva na década para: partos cesarianos (29,4% a 35,2%, c2 = 73,7; p < 0,01); baixo peso (15,9% a 22,8%, c2 = 170,6; p < 0,01); pré-termos (9,7% a 23,8%, c2 = 503,6; p < 0,001); mães adolescentes (24,1% a 28,8%, c 2 = 13,3; p < 0,01) além de um alto percentual de bebês com índice de Apgar menor que 3 no 1º minuto de 3,4% a 5,5% e no 5º minuto de 0,7% a 1,6%). CONCLUSÕES: Os resultados ratificam a caracterização do IMIP como hospital de complexidade terciária e de referência para gestantes e recém-nascidos de alto risco no Estado de Pernambuco.

Palavras-chave : Avaliação em saúde; Sistemas de informação; Declaração de nascidos vivos.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons