SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.53 issue1Characteristics related to the first and last cesarean delivery among women from a Campinas University HospitalDuration of mechanical ventilation and development of bronchopulmonary dysplasia author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Associação Médica Brasileira

Print version ISSN 0104-4230On-line version ISSN 1806-9282

Abstract

GUEDES, Dartagnan Pinto; GUEDES, Joana Elisabete Ribeiro Pinto; BARBOSA, Décio Sabbatini  and  OLIVEIRA, Jair Aparecido de. Uso de tabaco e perfil lipídico-lipoprotéico plasmático em adolescentes. Rev. Assoc. Med. Bras. [online]. 2007, vol.53, n.1, pp.59-63. ISSN 0104-4230.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302007000100021.

OBJETIVO: Analisar o impacto quanto ao uso de tabaco no perfil lipídico-lipoprotéico plasmático em amostra representativa de adolescentes. MÉTODOS: A amostra foi constituída por 452 sujeitos (246 moças e 206 rapazes) com idades entre 15 e 18 anos. Os participantes completaram questionário estruturado auto-administrado com relação ao uso de tabaco. As concentrações de lipídeos-lipoproteínas plasmáticas foram estabelecidas mediante procedimentos laboratoriais. Os procedimentos da análise de covariância, controlando a participação da ingestão de gordura saturada e de colesterol dietético, foram empregados para identificar as diferenças entre os valores médios. As estimativas de odds ratio foram utilizadas para estabelecer o risco relativo dos adolescentes fumantes apresentarem perfil lipídico-lipoprotéico de risco aterogênico. RESULTADOS: A proporção de fumantes foi de 20,9% entre os rapazes e 15,4% entre as moças. O consumo médio de cigarros por dia foi de 9,2 ± 4,7 nos rapazes e 5,6 ± 3,1 nas moças. Quando comparados com não fumantes, rapazes e moças fumantes apresentaram níveis séricos de colesterol total, LDL-colesterol, triglicerídeos e apolipoproteína B100 significativamente mais elevados, e níveis séricos de HDL-colesterol significativamente menores. Adolescentes fumantes tenderam a demonstrar risco de níveis de lipídeos-lipoproteinas plasmáticas alterados duas vezes maior que não fumantes. CONCLUSÃO: Intervenções direcionadas à adoção de um estilo de vida saudável, incluindo abstenção do uso de tabaco, deverão iniciar-se em idades precoces na tentativa de prevenir ou retardar o desenvolvimento de lesões ateroscleróticas e minimizar o aparecimento de coronariopatias prematuras na idade adulta.

Keywords : Fumo; Apolipoproteína; Colesterol; Adolescência.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License