SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.55 número2Soroprevalência da rubéola na população urbana e rural de Guaratinguetá índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Revista da Associação Médica Brasileira

versão impressa ISSN 0104-4230versão On-line ISSN 1806-9282

Resumo

LATADO, Adriana Lopes; LOPES, Marcelo Barreto; PASSOS, Luiz Carlos Santana  e  LOPES, Antonio Alberto. Existe evidência para tratar insuficiência cardíaca baseada na raça ou etnia?. Rev. Assoc. Med. Bras. [online]. 2009, vol.55, n.2, pp.110-116. ISSN 0104-4230.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302009000200010.

OBJETIVO: Avaliar se existe evidência que apóie diferentes intervenções para tratar insuficiência cardíaca baseada na raça ou etnia. MÉTODOS: Revisão sistemática de ensaios clínicos randomizados que permitiram comparar negros e brancos com insuficiência cardíaca sistólica crônica quanto à eficácia de inibidores da enzima conversora da angiotensina (ECA), betabloqueadores e combinação hidralazina/nitrato na redução dos riscos de morte e hospitalização. A pesquisa foi baseada em artigos publicados entre 1980 e dezembro de 2006, citados no Medline ou Lilacs. RESULTADOS: Três estudos preencheram os critérios da revisão. No SOLVD, enalapril foi eficaz em reduzir similarmente o risco de morte ou hospitalização em brancos (redução relativa do risco(RRR)=18%) e negros (RRR= 17%). No US Carvedilol, carvediol foi também associado a importante redução do risco de morte ou hospitalização tanto em brancos (RRR=49%) quanto em negros (RRR=43%). No V-HeFT II, enalapril foi superior a hidralazina/nitrato em reduzir o risco de morte apenas em brancos. CONCLUSÃO: De acordo com os dados, inibidores da ECA e betabloqueadores devem ser considerados os medicamentos básicos para melhorar o prognóstico da insuficiência cardíaca tanto em negros quanto em brancos. O estudo A-HeFT não foi incluído na revisão por ser restrito a negros; contudo deve ser visto como evidência que a combinação hidralazina e nitrato é eficaz em melhorar a sobrevida de pacientes com insuficiência cardíaca avançada. Os dados apóiam o desenvolvimento de um ensaio clinico especialmente desenhado para avaliar se a combinação hidralazina/nitrato é também eficaz em pacientes com insuficiência cardíaca avançada não classificados como negros.

Palavras-chave : Insuficiência cardíaca; Tratamento; Raça; Revisão sistemática.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons