SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.58 número3Cost-effectiveness and budget impact of saxagliptine as additional therapy to metformin for the treatment of diabetes mellitus type 2 in the brazilian private health system índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Revista da Associação Médica Brasileira

versión impresa ISSN 0104-4230

Resumen

CHAVES, Gabriela Villaça et al. Associação entre doença hepática gordurosa não alcoólica e marcadores de lesão/função hepática com componentes da síndrome metabólica em indivíduos obesos classe III. Rev. Assoc. Med. Bras. [online]. 2012, vol.58, n.3, pp.288-293. ISSN 0104-4230.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302012000300007.

OBJETIVO: Investigar a associação entre doença hepática gordurosa não alcoólica (DHGNA) e os marcadores de lesão e função hepática com os componentes da síndrome metabólica (SM) em indivíduos obesos classe III. MÉTODOS: A população estudada foi constituída por 144 pacientes com obesidade classe III (IMC > a 40 kg/m2). A SM foi identificada segundo o critério do NCEP ATP III, por meio da determinação do perfil lipídico, glicemia e insulina basal. Foram quantificados ainda os marcadores de função e lesão hepática. A resistência à insulina (RI) foi verificada pelo índice HOMA-IR e o diagnóstico da DHGNA por ressonância magnética. Os cálculos estatísticos foram realizados pelo programa estatístico SPSS na versão 13.0. A associação foi verificada pelo teste Mann-Whitney e qui-quadrado, com nível de significância de 5%. RESULTADOS: Foi encontrada associação significativa entre o diagnóstico de SM e DHGNA (χ2 = 6,84; p = 0,01). Quanto aos componentes diagnósticos para SM, constatou-se associação positiva e significativa entre HDL-c (p = 0,05), circunferência da cintura (p < 0,05) e hipertensão arterial (χ2 = 4,195; p = 0,041) com a DHGNA. O índice HOMA-IR (p < 0,001) também apresentou associação positiva com a doença hepática. CONCLUSÃO: Constatouse associação positiva e significativa entre DHGNA e componentes da SM em indivíduos obesos classe III, sugerindo a necessidade e importância do monitoramento desses componentes para rastreamento da DHGNA.

Palabras clave : figado gorduroso; síndrome X metabólica; obesidade.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués | Inglés     · Inglés ( pdf epdf ) | Portugués ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons