SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.58 issue5Traditional learning and problem-based learning: self-perception of preparedness for internshipMinimal and mild endometriosis negatively impact on pregnancy outcome author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Revista da Associação Médica Brasileira

Print version ISSN 0104-4230

Abstract

DENADAI, Rafael; OSHIIWA, Marie  and  SAAD-HOSSNE, Rogério. Será que a fidelidade do modelo de bancada interfere na aquisição das habilidades de sutura por estudantes de medicina iniciantes na prática cirúrgica?. Rev. Assoc. Med. Bras. [online]. 2012, vol.58, n.5, pp. 600-606. ISSN 0104-4230.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-42302012000500019.

OBJETIVO: Embora vários modelos de bancada inanimados tenham sido descritos para o treinamento de habilidades de sutura, até o momento, não existe um método ideal para esse ensino e aprendizagem durante a formação médica. O objetivo foi avaliar se a fidelidade dos modelos de bancada interfere na aquisição de habilidades de sutura em estudantes de medicina iniciantes na prática cirúrgica. MÉTODOS: 36 estudantes de medicina sem exposição prévia a habilidades cirúrgicas foram randomizados em três grupos (n = 12): treinamento de suturas baseado em materiais didáticos (controle); treinamento de suturas em modelo de baixa-fidelidade (modelo de bancada de etileno vinil acetato); ou treinamento de suturas em modelo de alta-fidelidade (modelo de bancada de pele de pata de porco). Foram aplicados pré e pós-testes (realização de pontos simples e pontos subdérmicos invertidos em língua de boi). Três ferramentas (Global Rating Scale com avaliação cega, tamanho do efeito e autopercepção da confiança baseada em uma escala de Likert) foram utilizadas para mensurar todas as performances de sutura. RESULTADOS: A análise após o treinamento demonstrou que os estudantes que treinaram nos modelos tiveram um melhor (p < 0.0000) desempenho na avaliação pela Global Rating Scale, quando comparados com o controle, independente da fidelidade do modelo. A magnitude do efeito (treinamento) foi considerada grande (> 0.80) em todas as mensurações. Após o treinamento os alunos sentiram-se mais confiantes (p < 0.0000) para executarem os dois tipos de suturas. CONCLUSÃO: A aquisição de habilidades de suturas no modelo de baixa fidelidade foi semelhante à prática no modelo de alta fidelidade, sendo que a melhora no desempenho dos participantes que treinaram nesses dois modelos foi superior à aprendizagem baseada em materiais didáticos.

Keywords : Educação médica; cirurgia; suturas; ensino; materiais de ensino.

        · abstract in English     · text in English     · pdf in English