SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.65 issue3Downregulation of lncrna uca1 as a diagnostic and prognostic biomarker for ovarian endometriosisAttitudes and experiences during training and professional expectations in generation-y surgical residents author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Associação Médica Brasileira

Print version ISSN 0104-4230On-line version ISSN 1806-9282

Abstract

PU, Yuan. Comparison of different types of endovascular mechanical embolectomy in acute ischemic stroke. Rev. Assoc. Med. Bras. [online]. 2019, vol.65, n.3, pp.342-347.  Epub Apr 11, 2019. ISSN 0104-4230.  https://doi.org/10.1590/1806-9282.65.3.342.

OBJETIVO

Comparar a eficácia do tratamento de diferentes tipos de embolectomia mecânica endovascular em acidente vascular cerebral isquêmico agudo (AIS).

MATERIAL E MÉTODOS

Um total de 89 pacientes com AIS foi selecionado em nosso hospital de janeiro de 2014 a janeiro de 2016, e os pacientes foram divididos em: grupo tPA (n = 27), tPA + grupo Trevo (n = 30) e grupo tPA + Solitaire FR (n = 32) para diferentes tratamentos. A eficácia do tratamento foi avaliada usando NIHSS e sistema mRS. Escore NIHSS, taxa de recanalização vascular e complicações pós-operatórias foram comparados entre os grupos.

RESULTADOS

A pontuação NIHSS do grupo tPA foi significativamente menor do que a dos outros dois grupos em um dia após a operação (p < 0,05), mas foi significativamente maior do que nos outros dois grupos em três dias e três semanas após a operação (p < 0,05). Após o tratamento, não houve diferença significativa no escore NIHSS entre o grupo tPA + Trevo e o grupo tPA Solitaire FR. A taxa de revascularização foi significativamente maior, mas a taxa de mortalidade em 90 dias foi significativamente menor nos grupos tPA + Trevo e tPA + Solitaire FR do que no grupo tPA (p < 0,05) e não houve diferença significativa entre os grupos tPA + Trevo e tPA + Solitaire FR. A taxa de incidência de hemorragia intracraniana sintomática foi significativamente menor no grupo tPA + Solitaire FR do que no grupo tPA + Trevo (p < 0,05) ou no grupo tPA (p < 0,01). Significativamente mais pacientes com mRS não maiores que 2 pontos foram encontrados no grupo tPA + Trevo e tPA + Solitaire FR do que no grupo tPA (p < 0,05), e nenhuma diferença significativa foi encontrada entre os grupos tPA + Trevo e tPA + Solitaire FR. Conclusão O tPA + Solitaire FR é um tipo de trombectomia superior ao tPA e tPA + Trevo no tratamento de pacientes com EIA.

Keywords : Acidente vascular cerebral; Embolectomia; Ativador de plasminogênio tecidual.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )