SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.65 issue3The positive impact of physical activity on the reduction of anxiety scores: a pilot studyInvestigation of the effect of the virtual reality application on experimental pain severity in healthy author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Revista da Associação Médica Brasileira

Print version ISSN 0104-4230On-line version ISSN 1806-9282

Abstract

MACHADO, Soraia Goretti Rocha et al. Most common histopathological patterns of the Minas Gerais Association of the Centers of Nephrology. Rev. Assoc. Med. Bras. [online]. 2019, vol.65, n.3, pp.441-445. ISSN 0104-4230.  https://doi.org/10.1590/1806-9282.65.3.441.

INTRODUÇÃO:

Analisamos a distribuição e frequência de doenças glomerulares de pacientes biopsiados entre 1992 e 2016 em centros que compõem a Amicen (Associação de Minas Gerais de Nefrologia).

MÉTODOS:

Analisamos os relatórios de biópsia de pacientes de nove centros de nefrologia da Amicen. Observamos idade, gênero, uso de ultrassom, tempo de descanso pós-biópsia, se o rim era nativo ou um enxerto, número de glomérulos e indicação para a biópsia. Os achados da biópsia do rim foram divididos em quatro categorias: doenças glomerulares e não glomerulares, rins normais e material insuficiente para análise. Os pacientes diagnosticados com doenças glomerulares foram ainda divididos em doenças glomerulares primárias ou secundárias.

RESULTADOS:

Obtivemos 582 relatórios de biópsia. A idade mediana foi de 38 anos (1 a 85). O número de glomérulos variou entre zero e 70 (mediana = 13,0). No total, 97,8% das biópsias foram guiadas por ultrassom. A principal indicação foi síndrome nefrótica (36,9%), seguida de associação hematúria-proteinúria (16,2%). As doenças glomerulares primárias revelaram-se as mais frequentes (75,3%), seguidas de doenças secundárias (24,7%). Entre as doenças glomerulares primárias, o FSGS foi encontrado em maior frequência (28,8%), enquanto nas doenças secundárias, o lúpus eritematoso sistêmico foi o mais prevalente (42,4%). Quanto aos achados de prevalência, aqueles para doenças primárias e secundárias foram semelhantes aos encontrados nos grandes registros brasileiros publicados até o momento.

CONCLUSÃO:

Os registros de doenças glomerulares são uma ferramenta importante para identificar a prevalência dessas doenças em regiões de interesse e pode servir como um instrumento para orientar decisões de políticas públicas relativas à prevenção de doenças renais terminais.

Keywords : Epidemiologia; Biópsia; Glomerulonefrite; Nefropatias.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )