SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número4Posicionamento estrutural e relacional em redes de empresas: uma análise do consórcio modular da indústria automobilísticaGestão de tecnologia em universidades: uma análise do patenteamento e dos fatores de dificuldade e de apoio à transferência de tecnologia no Estado de São Paulo índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Gestão & Produção

versão impressa ISSN 0104-530Xversão On-line ISSN 1806-9649

Resumo

COSTA, Davi Rogério de Moura  e  BIALOSKORSKI NETO, Sigismundo. Metodologia de rating em cooperativas agropecuárias: um estudo de caso. Gest. Prod. [online]. 2009, vol.16, n.4, pp.612-623. ISSN 1806-9649.  https://doi.org/10.1590/S0104-530X2009000400010.

A partir do início da década de 90, ocorreram diversas mudanças no ambiente institucional do cooperativismo brasileiro, em função dos problemas macroeconômicos que elevaram a alavancagem e a necessidade de as cooperativas obterem recursos financeiros junto a terceiros. Essa situação se intensificou nos últimos anos para manter a competitividade das organizações cooperativas no mercado. Em função da importância desse novo cenário, procurou-se estudar mecanismos de sinalização, com o objetivo de reduzir a assimetria de informações entre o mercado e os gestores das cooperativas. Assim, este trabalho desenvolve uma metodologia de rating para ser aplicada em cooperativas agropecuárias de forma a reduzir os problemas de seleção adversa e risco moral (moral hazard), que geram ineficiência no relacionamento entre essas organizações e o mercado financeiro; objetiva-se, também, averiguar a sua aplicabilidade, por meio de um estudo de caso. A partir dos resultados alcançados, é possível concluir que a metodologia é aplicável e que o sinalizador gerado, bem como as avaliações e os pesos, deveriam ser discutidos em comitês de rating, a exemplo do que é feito pelas agências especializadas. Como consideração final, é sugerida uma agenda de novas aplicações da metodologia para testá-la junto a outras organizações, de forma a consolidá-la como um sinalizador a ser usado pelo mercado e pelo sistema cooperativo.

Palavras-chave : Cooperativas; Rating; Auditoria; Risco.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons