SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.19 número1Mandibular movements in speech: interference of temporomandibular disfunction according to pain indexesSensory oral motor and global motor development of preterm infants índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


Pró-Fono Revista de Atualização Científica

versión impresa ISSN 0104-5687

Resumen

KASAMA, Silvia Tieko  y  BRASOLOTTO, Alcione Ghedini. Percepção vocal e qualidade de vida. Pró-Fono R. Atual. Cient. [online]. 2007, vol.19, n.1, pp.19-28. ISSN 0104-5687.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-56872007000100003.

TEMA: a percepção da disfonia e o impacto que a alteração vocal causa na qualidade de vida. OBJETIVO: verificar se a interferência da disfonia na qualidade de vida relaciona-se à autopercepção vocal do disfônico e à percepção da agradabilidade da voz desses indivíduos por pessoas da comunidade. MÉTODO: 31 adultos disfônicos, antes do processo terapêutico, preencheram o protocolo de Qualidade de Vida e Voz (QVV) que analisa o impacto da disfonia na qualidade de vida e opinaram quanto a autopercepção da qualidade vocal. Foram realizadas as gravações de vogal "a" sustentada e contagem de números de um a dez, utilizando sistema digital e ambiente acusticamente tratado. As emissões gravadas foram apresentadas para 25 juizes sem treinamento quanto à percepção vocal, para que classificassem as vozes segundo a mesma escala que os disfônicos utilizaram para opinar acerca de suas próprias vozes. RESULTADOS: por meio do teste de Spearman, constatou-se que houve correlação estatisticamente significante entre os resultados do QVV e a autopercepção vocal, nos domínios social/emocional (p=0,047), físico (p=0,010) e total (p=0,008), porém não houve correlação entre os resultados do QVV e a percepção dos ouvintes leigos, tanto para vogal sustentada, como para fala encadeada (p=0,475 e p=0,152 respectivamente). CONCLUSÃO: Observou-se que quanto pior a opinião do disfônico sobre o impacto da disfonia em sua qualidade de vida, pior a sua autopercepção vocal, mas não observou-se relação entre a qualidade de vida do disfônico e a percepção vocal pelos ouvintes.

Palabras clave : Fonoaudiologia; Voz; Distúrbios da Voz; Qualidade de Vida.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués | Inglés     · Inglés ( pdf epdf ) | Portugués ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons