SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 issue1The use of verbal communicative abilities to increase the mean length of utterance in high-functioning autism and Asperger SyndromeStudy of the hearing of rock and roll musicians author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Pró-Fono Revista de Atualização Científica

Print version ISSN 0104-5687

Abstract

ANDRADE, Adriana Neves de; GIL, Daniela; SCHIEFER, Ana Maria  and  PEREIRA, Liliane Desgualdo. Avaliação comportamental do processamento auditivo em indivíduos gagos. Pró-Fono R. Atual. Cient. [online]. 2008, vol.20, n.1, pp. 43-48. ISSN 0104-5687.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-56872008000100008.

TEMA: a avaliação comportamental do processamento auditivo (PA) permite pesquisar os processos neuroaudiológicos envolvidos no processamento da fluência. OBJETIVO: descrever os resultados da avaliação comportamental do PA em indivíduos gagos e comparar o grau de alteração da desordem do PA com o grau de gravidade da gagueira. MÉTODOS: 56 indivíduos, 49 do gênero masculino e 7 do gênero feminino, com idades entre 4 e 34 anos, encaminhados do ambulatório de avaliação fonoaudiológica da UNIFESP para avaliação comportamental do PA. Todos os pacientes foram submetidos à avaliação de audição, fala e linguagem. A disfluência foi classificada segundo o protocolo de Riley (1994), o qual prevê os seguintes graus de gravidade da gagueira: muito leve, leve, moderado, severo e muito severo. Os testes para avaliação do PA foram selecionados e analisados de acordo com a idade do paciente e a proposta de Pereira & Schochat (1997). RESULTADOS: observamos prevalência da gagueira de grau leve na faixa etária de 4-7 anos e 12-34 anos de idade, e moderada nos indivíduos de 8-11 anos de idade. Dos 56 indivíduos avaliados 92,85% apresentaram alteração do PA. Os processos gnósicos mais prejudicados foram não verbal e decodificação. Não foram observadas diferenças estatisticamente significantes considerando os resultados da avaliação do processamento auditivo e o grau de gravidade da gagueira em nenhuma das faixas etárias avaliadas. CONCLUSÕES: a avaliação do PA mostrou-se comprometida em grande parte da amostra em todas as faixas etárias estudadas sem no entanto, correlação com o grau de gravidade da gagueira.

Keywords : Gagueira; Transtornos da Percepção Auditiva; Audição.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · pdf in English | Portuguese