SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue3Intelligibility of phonological disorder assessed by three groups of judgesCommunicative strategies training effectiveness to caregivers of patients with dementia author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Pró-Fono Revista de Atualização Científica

Print version ISSN 0104-5687

Abstract

COUTINHO, Sylvia Boechat; DIAFERIA, Giovana; OLIVEIRA, Gisele  and  BEHLAU, Mara. Voz e fala de Parkinsonianos durante situações de amplificação, atraso e mascaramento. Pró-Fono R. Atual. Cient. [online]. 2009, vol.21, n.3, pp.219-224. ISSN 0104-5687.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-56872009000300007.

TEMA: indivíduos com doença de Parkinson apresentam alterações de voz e fala, principalmente em relação à loudness e velocidade de fala. OBJETIVO: verificar o efeito imediato do monitoramento auditivo modificado: amplificação, atraso e mascaramento na voz e fala de indivíduos com doença de Parkinson, de acordo com os sexos. MÉTODO: 26 indivíduos com doença de Parkinson, 15 homens e 11 mulheres, com faixa etária entre 40 e 86 anos e idade média de 69 anos. O material de fala consistiu na contagem de vinte a zero, quatro vezes, em quatro diferentes situações de escuta: habitual, amplificada, atrasada e mascarada. Para análise perceptivo-auditiva foram selecionados os seguintes parâmetros: qualidade vocal, loudness, pitch, nível geral de tensão, velocidade de fala e articulação. A avaliação foi realizada por cinco fonoaudiólogas especialistas em voz. Para a análise acústica foram selecionados os seguintes parâmetros: freqüência fundamental, intensidade e tempo máximo de fonação. RESULTADOS: Por meio da análise perceptivo-auditiva, verificou-se melhora da qualidade vocal, aumento da loudness, maior tensão e melhor articulação na situação de mascaramento; piora da qualidade vocal, redução da loudness, menor tensão, lentificação na velocidade de fala e piora na articulação nas situações de atraso e amplificação. Na análise acústica, observou-se aumento da freqüência fundamental e intensidade vocal sob mascaramento e aumento do tempo máximo de fonação sob atraso. CONCLUSÃO: A situação de mascaramento produz melhores efeitos imediatos na voz e na fala dos indivíduos com doença de Parkinson e as situações de amplificação e atraso não produzem modificações imediatas satisfatórias.

Keywords : Doença de Parkinson; Voz; Fala; Audição.

        · abstract in English     · text in English | Portuguese     · English ( pdf epdf ) | Portuguese ( pdf epdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License