SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número4Recursos de informática na terapia fonoaudiológica de crianças do espectro autísticoImpacto da tontura na qualidade de vida de idosos com vestibulopatia crônica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Pró-Fono Revista de Atualização Científica

versão impressa ISSN 0104-5687

Resumo

SOARES, Ilka do Amaral; MENEZES, Pedro de Lemos; CARNAUBA, Aline Tenório Lins  e  PEREIRA, Liliane Desgualdo. Padronização do potencial evocado auditivo de tronco encefálico utilizando um novo equipamento. Pró-Fono R. Atual. Cient. [online]. 2010, vol.22, n.4, pp.421-426. ISSN 0104-5687.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-56872010000400010.

TEMA: padronização do Potencial Evocado Auditivo de Tronco Encefálico (PEATE) utilizando um novo equipamento. OBJETIVO: padronizar as respostas do PEATE utilizando de um novo equipamento desenvolvido (NED) no Brasil. MÉTODOS: análise das latências absolutas, interpicos e das amplitudes das ondas do PEATE, por meio de um novo equipamento desenvolvido para estudar grupos de ouvintes normais (91 adultos) e outro com perda neurossensorial (15 adultos) com perda auditiva neurossensorial bilateral entre o equipamento EP15 / Interacoustis e o NED. Utilizando o clique não filtrado, com duração de 100 microssegundo (µs), totalizando 2.000 estímulos, na polaridade rarefeita, frequência de estimulação de 13,1 cliques/s, intensidade de 80 decibels de nível de audição normalizado (dB NAn), com janela de 10 milissegundos e filtro passa-banda entre 100 e 3000 Hertz (Hz). Nível de significância de 0,05. RESULTADOS: as médias das latências absolutas e interpicos em 76 ouvintes normais no NED foram: onda I=1,50, III=3,57, V=5,53, I-III=2,06, III-V=1,96 e I-V=4,02. Ao separar por gênero houve diferença estatisticamente significante para as latências absolutas das ondas III e V e nos interpicos I-III e I-V. Valor médio da amplitude da onda I=0,384 microvolt (μV) e da onda V=0,825 μV. Não existiu diferença estatisticamente significante ao comparar as latências absolutas e interpicos entre dois equipamentos no mesmo indivíduo. CONCLUSÃO: os componentes do PEATE com o NED em ouvintes normais foram similares quanto às orelhas, com latências menores estatisticamente significantes nas mulheres. As latências do PEATE no mesmo indivíduo com o NED foram semelhantes às obtidas com o EP15 / Interacoustis. Foram obtidos os valores de normalidade para o PEATE em adultos ouvintes normais.

Palavras-chave : Potenciais Evocados Auditivos do Tronco Encefálico; Respostas Evocadas Auditivas do Tronco Encefálico; Perda auditiva.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons