SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número4Efeito da aclimatização no reconhecimento de fala: avaliação sem as próteses auditivasDesempenho de escolares na adaptação brasileira da avaliação dos processos de leitura índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Pró-Fono Revista de Atualização Científica

versão impressa ISSN 0104-5687

Resumo

CERON, Marizete Ilha; KESKE-SOARES, Márcia; FREITAS, Giséli Pereira de  e  GUBIANI, Marileda Barichello. Mudanças fonológicas obtidas no tratamento de sujeitos comparando diferentes modelos de terapia. Pró-Fono R. Atual. Cient. [online]. 2010, vol.22, n.4, pp.549-554. ISSN 0104-5687.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-56872010000400032.

TEMA: há muitas opções de tratamento para o desvio fonológico os quais buscam melhorar a comunicação das crianças. OBJETIVO: este estudo visa analisar o Percentual de Consoantes Corretas-Revisado, o número de fonemas adquiridos no sistema fonológico e os tipos de generalizações obtidas no tratamento, comparando diferentes modelos de terapia em sujeitos com diferentes gravidades do desvio fonológico. MÉTODO: a amostra constou de 21 crianças, com idade média de 5:7 anos. Foram realizadas as avaliações fonoaudiológicas e exames complementares. Após a realização destas avaliações, as crianças foram classificadas em grupos de acordo com o modelo de terapia e gravidade do desvio fonológico. O Percentual de Consoantes Corretas-Revisado, o número de fonemas adquiridos e os tipos de generalizações foram analisados e comparados em cada modelo e entre os modelos terapêuticos, por meio das avaliações inicial e final. RESULTADOS: ao comparar os itens em cada modelo observaram-se evoluções nos três modelos pesquisados. Na comparação entre modelos, os maiores aumentos de percentuais encontram-se nos Modelos ABAB-Retirada e Provas Múltiplas e Oposições Máximas, apesar de a análise estatística mostrar que não há diferença significativa entre eles. CONCLUSÃO: os três modelos aplicados foram eficazes no tratamento destas crianças com desvio fonológico, pois proporcionaram um aumento no Percentual de Consoantes Corretas-Revisado, no número de fonemas adquiridos e nos tipos de generalizações pesquisados.

Palavras-chave : Transtornos da Articulação; Fonoterapia; Criança.

        · resumo em Inglês     · texto em Português | Inglês     · Português ( pdf ) | Inglês ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons