SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 número2Perspective of historical epistemology and health promotion in schoolsBiopolitics in the genealogy of psychoanalysis: from salvation to cure índice de autoresíndice de materiabúsqueda de artículos
Home Pagelista alfabética de revistas  

Servicios Personalizados

Revista

Articulo

Indicadores

Links relacionados

Compartir


História, Ciências, Saúde-Manguinhos

versión impresa ISSN 0104-5970versión On-line ISSN 1678-4758

Resumen

FAULHABER, Priscila. Interrogando as teorias sobre o arco-íris. Hist. cienc. saude-Manguinhos [online]. 2007, vol.14, n.2, pp.503-527. ISSN 0104-5970.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-59702007000200007.

Tentar entender as teorias do arco-íris é uma maneira de pensar sobre as argumentações entre a lógica científica e o pensamento mítico na história da ciência. Este trabalho segue três percursos relacionados: primeiramente, expõe um resumo das descontinuidades e recorrências históricas na explanação do arco-íris; em segundo lugar, examina registros de etnógrafos estrangeiros na Amazônia, na primeira metade do século XX; por último, aborda a 'teoria nativa' sobre o fenômeno nas terras baixas da América do Sul, visando compreender a lógica das classificações nativas, que opera como um pensamento mítico. A simetria das disciplinas permite uma complementaridade entre as teorias científicas e as humanidades, bem como analogias entre diferentes leituras dos códigos biológicos e sociais.

Palabras clave : lógica científica; pensamento mítico; descontinuidades históricas; lógica de classificações; códigos biológicos.

        · resumen en Inglés     · texto en Portugués     · Portugués ( pdf epdf )

 

Creative Commons License Todo el contenido de esta revista, excepto dónde está identificado, está bajo una Licencia Creative Commons