SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 suppl.Marina de Vasconcellos e as ciências sociais cariocas: a perspectiva dos círculos sociaisProeminência na mídia, reputação em ciências: a construção de uma feminista paradigmática e cientista normal no Museu Nacional do Rio de Janeiro índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


História, Ciências, Saúde-Manguinhos

versão impressa ISSN 0104-5970versão On-line ISSN 1678-4758

Resumo

FERREIRA, Luiz Otávio; AZEVEDO, Nara; GUEDES, Moema  e  CORTES, Bianca. Institucionalização das ciências, sistema de gênero e produção científica no Brasil (1939-1969). Hist. cienc. saude-Manguinhos [online]. 2008, vol.15, suppl., pp.43-71. ISSN 1678-4758.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-59702008000500003.

As experiências de educação feminina em nível superior, proporcionadas pelas políticas educacionais implantadas a partir da década de 1930, promoveram a inserção profissional de mulheres no mundo acadêmico e científico. Largamente negligenciada na historiografia brasileira das ciências, a análise desse fenômeno lança uma nova perspectiva sobre o sentido da institucionalização e profissionalização da atividade científica, processo no qual as mulheres atuaram efetivamente. Procuramos identificar sua presença ali, por meio da análise da produção científica presente em quatro revistas, no período entre 1939 e 1969, evidenciando-se diferenças de sexo quanto ao padrão de publicação.

Palavras-chave : produção científica feminina; gênero e ciências; educação feminina; universidades no Brasil; faculdades de filosofia, ciências e letras.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons