SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 suppl.As insanas do Hospício Nacional de Alienados (1900-1939)Female morbimortality in Puna jujeña: the potential for verbal autopsy índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


História, Ciências, Saúde-Manguinhos

versão impressa ISSN 0104-5970versão On-line ISSN 1678-4758

Resumo

JUNGHANS, Miriam. Emilia Snethlage (1868-1929): uma naturalista alemã na Amazônia. Hist. cienc. saude-Manguinhos [online]. 2008, vol.15, suppl., pp.243-255. ISSN 1678-4758.  https://doi.org/10.1590/S0104-59702008000500013.

A ornitóloga alemã Emilia Snethlage (1868-1929) desenvolveu sua carreira científica no Brasil, trabalhando no Museu Paraense Emilio Goeldi e no Museu Nacional do Rio de Janeiro. Um dos pontos altos da sua obra científica foi o "Catálogo das aves amazônicas", publicado em 1914. Outro foi a travessia que realizou a pé, acompanhada apenas por guias índios, entre os rios Xingu e Tapajós, em 1909, percorrendo um território até então desconhecido. A historiografia das ciências no Brasil apresenta, até agora, poucos exemplos da atuação feminina no campo das ciências naturais antes da fundação das universidades na década de 1930. A análise da trajetória de Emilia Snethlage, articulando questões de história das mulheres e o estudo das formas de inserção da cientista em redes institucionais e sociais, poderá contribuir para o melhor entendimento de campos historiográficos pouco percorridos.

Palavras-chave : Emilia Snethlage (1868-1929); mulheres cientistas; ciências naturais; museus.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons