SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 número1A regulação do uso de animais no Brasil do século XX e o processo de formação do atual regime aplicado à pesquisa biomédicaHollingshead e Redlich: a pesquisa sobre classe social e doença mental cinquenta anos depois índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


História, Ciências, Saúde-Manguinhos

versão impressa ISSN 0104-5970

Resumo

MELO, Lúcio Esmeraldo Honório de; MAGALHAES, Francisco de Oliveira; ALMEIDA, Argus Vasconcelos de  e  CAMARA, Cláudio Augusto Gomes da. De alveitares a veterinários: notas históricas sobre a medicina animal e a Escola Superior de Medicina Veterinária São Bento de Olinda, Pernambuco (1912-1926). Hist. cienc. saude-Manguinhos [online]. 2010, vol.17, n.1, pp.107-123. ISSN 0104-5970.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-59702010000100007.

Os aspectos históricos da medicina animal, examinados mediante revisão de literatura indicam ruptura epistemológica, com as antigas práticas de alveitaria, com introdução dos princípios de racionalidade, a partir do século XVIII, na formação dos médicos-veterinários. Essas práticas curativas, entretanto, não começaram com a implementação dos cursos superiores de medicina animal. No Brasil colonial e particularmente em Pernambuco ocorrem registros históricos de práticas alveitares, mais tarde incorporadas ao currículo da Escola Superior de Medicina Veterinária São Bento de Olinda, pela existência de avaliação única no Brasil: o exame physicum.

Palavras-chave : medicina animal; alveitaria; Escola Superior de Medicina Veterinária São Bento de Olinda; exame physicum; Pernambuco (Brasil).

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons