SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 número2Silva Coutinho: uma trajetória profissional e sua contribuição às coleções geológicas do Museu NacionalFarmacologia no século XX: a ciência dos medicamentos a partir da análise do livro de Goodman e Gilman índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


História, Ciências, Saúde-Manguinhos

versão impressa ISSN 0104-5970

Resumo

SILVA, Marcos Rodrigues da. Ensino de ciências: realismo, antirrealismo e a construção do conceito de oxigênio. Hist. cienc. saude-Manguinhos [online]. 2013, vol.20, n.2, pp.481-498.  Epub 20-Maio-2013. ISSN 0104-5970.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-59702013005000006.

Pesquisas em ensino de ciências têm apontado a importância de uma discussão sobre a natureza da ciência. Um meio de se veicular uma concepção mais real da natureza da ciência seria os professores adotarem uma atitude filosófica sobre os conceitos que denotam entidades inobserváveis. No caso de conceitos já abandonados pelas teorias científicas - como o de flogisto - é comum apresentar que foram descartados porque nada representaram empiricamente. Porém, na época da utilização do conceito de flogisto, ele se inseria numa rede teórica que era explicativa e justificava a sua adoção. Este artigo defende a ideia de que a adoção de posições filosóficas perante conceitos científicos precisa ser respaldada pelo conhecimento acerca da história do conceito.

Palavras-chave : realismo; ensino de ciências; Antoine Laurent de Lavoisier (1743-1794).

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )