SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.20 número4Um "depósito de gente": as marcas do sofrimento e as transformações no antigo Hospital Colônia Sant'Ana e na assistência psiquiátrica em Santa Catarina, 1970-1996Curing by doing: poliomyelitis and the rise of occupational therapy in Argentina, 1956-1959 índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


História, Ciências, Saúde-Manguinhos

versão impressa ISSN 0104-5970

Resumo

GOMES, Ana Carolina Vimieiro; SILVA, André Luiz dos Santos  e  VAZ, Alexandre Fernandez. O Gabinete Biométrico da Escola de Educação Física do Exército: medir e classificar para produzir corpos ideais, 1930-1940*. Hist. cienc. saude-Manguinhos [online]. 2013, vol.20, n.4, pp.1551-1569. ISSN 0104-5970.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-59702013000500007.

Analisa práticas biométricas e biotipológicas do Gabinete Biométrico da Escola de Educação Física do Exército, Rio de Janeiro, presentes na Revista de Educação Física do Exército nas décadas de 1930 e 1940. Era preciso classificar, controlar periodicamente os resultados dos exercícios e medir aspectos morfológicos dos corpos. As classificações eram feitas segundo modelos estrangeiros, e buscava-se classificar tipo, qualidades e defeitos. A análise das práticas do Gabinete demonstra que biometria e biotipologia foram mobilizadas complementarmente pela educação física, objetivando a normatização dos corpos.

Palavras-chave : Brasil anos 1930 e 1940; Revista de Educação Física do Exército; biometria; biotipologia.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )