SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número4Os cientistas em quadrinhos: humanizando as ciênciasMinhas experiências como editor e autor de revistas de história (com referência particular a Past & Present) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


História, Ciências, Saúde-Manguinhos

versão impressa ISSN 0104-5970versão On-line ISSN 1678-4758

Resumo

LOPES, Aristeu Elisandro Machado. Os trabalhadores com sinais de varíola no acervo da Delegacia Regional do Trabalho do Rio Grande do Sul, 1933-1944. Hist. cienc. saude-Manguinhos [online]. 2016, vol.23, n.4, pp.1209-1227. ISSN 1678-4758.  http://dx.doi.org/10.1590/s0104-59702016000400009.

A carteira profissional foi criada no Brasil em 1932. Em seguida, surgiram as Inspetorias Regionais do Trabalho, renomeadas, posteriormente, como Delegacias Regionais do Trabalho. No Rio Grande do Sul, a Inspetoria foi instalada em 1933, em Porto Alegre. A logística para a confecção da carteira consistia no preenchimento de uma ficha de qualificação profissional com os dados pessoais e profissionais dos trabalhadores. Um dos campos da ficha se destinava ao registro dos sinais particulares do solicitante, tais como marcas visíveis e falta de membros. Averiguar a presença de um tipo específico de sinal particular é o objetivo deste artigo. Pretende-se trabalhar com as fotografias 3x4 dos trabalhadores que apresentavam sinais de varíola, bem como com outras informações da ficha.

Palavras-chave : varíola; fotografia; carteira profissional; trabalhadores; Delegacia Regional do Trabalho (DRT).

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )