SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 issue2Os significados da democracia segundo os brasileirosO Papel do Estado e Cultura Política na Argentina e no Brasil author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Opinião Pública

Print version ISSN 0104-6276

Abstract

TERRON, Sonia Luiza  and  SOARES, Gláucio Ary Dillon. As bases eleitorais de Lula e do PT: do distanciamento ao divórcio. Opin. Publica [online]. 2010, vol.16, n.2, pp.310-337. ISSN 0104-6276.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-62762010000200002.

O debate sobre o distanciamento entre Lula e o Partido dos Trabalhadores (PT) ganhou corpo na eleição de 2006, quando a popularidade de Lula e de seu governo não se estendeu ao PT, como seria esperado. Pela primeira vez o partido não melhorou o desempenho na votação para a Câmara dos Deputados em relação à eleição anterior. Analisamos as bases eleitorais de Lula e do PT nas quatro últimas eleições para presidente e deputado federal (1994-2006), e comprovamos o distanciamento entre elas. Pesquisamos a distribuição espacial das votações ao nível do município com mapas, estatísticas e regressões espaciais. Identificamos o "descolamento" dos territórios eleitorais do candidato e do partido a cada eleição, e as regressões espaciais mediram a crescente independência espaço-temporal das votações: os coeficientes baixaram de 0,85 em 1994, para 0,15 em 2006. Houve um processo de distanciamento geossocial, no período de 1994 a 2002, e um "divórcio" entre as bases eleitorais, em 2006, quando se formaram territórios de configurações praticamente irrelacionadas.

Keywords : território eleitoral; voto; comportamento político; análise espacial; geografia eleitoral.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )

 

Creative Commons License All the contents of this journal, except where otherwise noted, is licensed under a Creative Commons Attribution License