SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.10 issue22Da Lição de EscrituraA camisola do dia e o seu divino conteúdo author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Horizontes Antropológicos

Print version ISSN 0104-7183

Abstract

LEWGOY, Bernardo. Etnografia da leitura num grupo de estudos espírita. Horiz. antropol. [online]. 2004, vol.10, n.22, pp. 255-282. ISSN 0104-7183.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-71832004000200011.

O espiritismo kardecista é uma religião que confere fundamental importância ao estudo de uma literatura própria, entendida como complemento de uma revelação religiosa. Este artigo, realizado a partir de pesquisa etnográfica num tradicional centro espírita de classe média de Porto Alegre, examina e sistematiza alguns modos pelos quais os adeptos espíritas, estruturados em pequenos grupos, relacionam-se com essa tradição escrita.O grupo é fundamental na formação da identidade dos espíritas em dois aspectos: em primeiro lugar por demarcar pertencimentos internos, traduzidos ou não em diferenças de compreensão doutrinária. Em segundo lugar, é uma das instâncias de construção do expositor espírita, que ali aprende a tirar proveito de fórmulas verbais retiradas de um repertório próprio. Inspirado nas discussões sobre oralidade e escrita e na recente proposta de uma etnografia da leitura (Boyarin, 1993) tentarei mostrar que se a fala dos espíritas é construída como uma oralidade sustentada por textos, há também dimensões informais muito importantes a serem consideradas, que contextualizam e atualizam a relação com os textos sagrados nesse grupo.

Keywords : cultura escrita; espiritismo; etnografia da leitura; oralidade.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese