SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número47Os perigos subsumidos na contracepção de emergência: moralidades e saberes em jogoAlém do masculino/feminino: gênero, sexualidade, tecnologia e performance no esporte sob perspectiva crítica índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Horizontes Antropológicos

versão impressa ISSN 0104-7183versão On-line ISSN 1806-9983

Resumo

TRAMONTANO, Lucas. A fixação e a transitoriedade do gênero molecular. Horiz. antropol. [online]. 2017, vol.23, n.47, pp.163-189. ISSN 0104-7183.  http://dx.doi.org/10.1590/s0104-71832017000100006.

Este artigo visa refletir sobre o papel dos hormônios ditos sexuais como alicerces de uma visão binária do gênero. Através da análise de dois manuais de ciências básicas adotados com frequência no ensino de graduação em saúde no Brasil (Fisiologia, de Berne et al., e As bases farmacológicas da terapêutica, de Goodman e Gilman), é possível demonstrar uma permanência da concepção dos hormônios sexuais como mensageiros químicos do gênero, num processo que confere características estereotípicas de masculinidade e feminilidade às próprias moléculas. Com isso, pretendo colaborar na discussão acerca dos limites entre natureza e cultura nas descrições do funcionamento do corpo biomédico num nível molecular, além de explicitar o mito de neutralidade científica característico desse campo do conhecimento.

Palavras-chave : ciência; corpo; gênero; hormônios sexuais.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )