SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.18 issue3Production of homogeneous and multilayer particleboard from Melia azedarach (Cinamomo) AND Pinus taeda with different resin contentsMethodology for inspection of wood pathologie using ultrasonic pulses author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

CERNE

Print version ISSN 0104-7760

Abstract

MUNIZ, Graciela Inés Bolzon de; NISGOSKI, Silvana; SHARDOSIN, Felipe Zatt  and  FRANCA, Ramiro Faria. Anatomia do carvão de espécies florestais. CERNE [online]. 2012, vol.18, n.3, pp. 471-477. ISSN 0104-7760.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-77602012000300015.

O carvão vegetal mantém a estrutura anatômica da madeira que o originou e pode permitir sua identificação botânica, a qual depende das características da espécie, o tamanho dos fragmentos do carvão e o estado de preservação. A caracterização anatômica do carvão de dez espécies florestais foi efetuada com o objetivo de auxiliar na identificação e controle de carvão ilegal. A diferenciação entre angiospermas e gimnospermas é bem evidente no lenho carbonizado. O diâmetro dos poros foi estatisticamente diferente entre a madeira e carvão na Vatairea guianensis, Mezilaurus itauba, Calophyllum brasiliense e Qualea cf. acuminata, e a frequência dos poros na Vatairea guianensis, Manilkara huberi, Qualea cf. acuminata e Simarouba amara. A estrutura anatômica da madeira, de maneira geral, se mantém durante o processo de carbonização utilizando-se temperatura de 450ºC, podendo-se identificar o material com base nas células componentes.

Keywords : Lenho carbonizado; gimnospermas; angiospermas.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese