SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.21 issue2PROPERTIES OF EUCALYPTUS WOOD HYBRIDS AND CHARCOAL AT THREE AGESMIXED AND MONOSPECIFIC STANDS OF EUCALYPTUS AND BLACK-WATTLE. II - FINE ROOT BIOMASS DENSITY author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


CERNE

Print version ISSN 0104-7760On-line version ISSN 2317-6342

Abstract

MACHADO, Sebastião do Amaral et al. EVOLUÇÃO DAS VARIÁVEIS DENDROMÉTRICAS DA BRACATINGA POR CLASSE DE SÍTIO. CERNE [online]. 2015, vol.21, n.2, pp.199-207. ISSN 2317-6342.  https://doi.org/10.1590/01047760201521021222.

A identificação do ritmo de crescimento das variáveis dendrométricas de espécies florestais com o uso da análise de tronco é rápida, eficiente e de grande importância na tomada de decisões para o manejador florestal. Sendo assim, objetivou-se neste trabalho analisar a evolução das curvas de produção, Incremento Médio Anual (IMA) e Incremento Corrente Anual (ICA) da altura, diâmetro, área transversal e volume individual da Bracatinga (Mimosa scabrella), em diferentes classes de sítio, bem como, ajustar modelos matemáticos para expressar a evolução dessas variáveis, ao longo dos anos. A base de dados proveio da análise completa de tronco de 29 árvores, coletadas na região metropolitana de Curitiba, com idades variando de sete a 18 anos, distribuídas em três classes de sítio. Após as medições e processamento básico dos dados, ajustaram-se seis modelos matemáticos conhecidos na literatura, para cada uma das quatro variáveis dendrométricas em análise, independentemente para cada sítio. O melhor modelo foi escolhido com base no coeficiente de determinação ajustado (R²aj), erro padrão de estimativa em percentagem (Syx%) e análise gráfica de resíduos. Os resultados mostraram que o modelo de Chapman-Richards foi o de melhor ajuste para quase todas as variáveis em análise dentro dos três sítios. Verificou-se, também, que a ordem de culminação do incremento corrente anual seguiu a ordem cronológica esperada, isto é, primeiro a altura, seguida pelo diâmetro, área transversal e, por último, o volume, em todos os sítios.

Keywords : Produção; Incrementos; Modelos biológicos; Análise de tronco; Anéis de crescimento.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )