SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 número2O PASTEJO ALTERA A RELAÇÃO SOLO-PLANTA NO ESTRATO REGENERANTE ARBÓREO NO PAMPA GAÚCHOEFEITO DOS EXTRATIVOS E TEMPERATURA DE CARBONIZAÇÃO NAS CARACTERÍSTICAS ENERGÉTICAS DE RESÍDUOS MADEIREIROS DA AMAZÔNIA índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


CERNE

versão impressa ISSN 0104-7760versão On-line ISSN 2317-6342

Resumo

LIMA, Elizeu de Souza et al. CLASSIFICAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO INICIAL DO EUCALIPTO UTILIZANDO TÉCNICAS DE MINERAÇÃO DE DADOS. CERNE [online]. 2017, vol.23, n.2, pp.201-208. ISSN 0104-7760.  http://dx.doi.org/10.1590/01047760201723022296.

O cultivo de eucalipto tem se expandido consideravelmente no Brasil, sobretudo em regiões em que os solos apresentam baixa fertilidade, como nos Cerrados brasileiros. Para alcançar maiores produtividades, é fundamental saber a necessidade e o momento adequado para correção do solo. Para auxiliar esse processo de tomada de decisão, modelos matemáticos e computacionais têm sido utilizados e são uma alternativa promissora. O objetivo deste trabalho foi modelar a influência dos atributos físico-químicos do solo e climáticos no desenvolvimento do Eucalyptus urograndis em Neossolo Quartzarênico, por meio da técnica de indução da árvore de decisão. Para isso foram utilizados 30 atributos, sendo 29 preditivos e um atributo-meta ou variável resposta, a saber, a altura do eucalipto. Foram avaliadas quatro abordagens para seleção de atributos: sem seleção, seleção de atributos baseado em correlação (CFS), método do Qui-quadrado (χ2) e Wrapper. Para classificar os dados foi utilizada a técnica de indução de árvore de decisão por meio do software Weka 3.6. As técnicas de mineração de dados através da indução de árvore de decisão permitem o desenvolvimento de um modelo de classificação do desenvolvimento inicial de eucalipto eficiente para previsão de novos casos em diferentes classes de produção, onde o volume individual de madeira (VOL) e o diâmetro altura do peito (DAP) são atributos determinantes para previsão do crescimento do Eucalyptus urograndis, além de atributos químicos do solo como: Magnésio (Mg+2), Fósforo (P), Alumínio(Al+3), potássio (K+), acidez potencial (H+Al) e potencial hidrogeniônico (pH), atributo físico como a resistência do solo à penetração e relacionado ao clima como a temperatura mínima.

Palavras-chave : Eucalyptus urograndis; Volume individual de madeira Seleção de atributos; Neossolo Quartzarênico; Árvore de decisão.

        · resumo em Inglês     · texto em Inglês     · Inglês ( pdf )