SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.23 issue2MODELING ECOLOGICAL NICHE OF TREE SPECIES IN BRAZILIAN TROPICAL AREASPATIALIZATION OF FRACTIONS OF ORGANIC MATTER IN SOIL IN AN AGROFORESTRY SYSTEM IN THE ATLANTIC FOREST, BRAZIL author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


CERNE

Print version ISSN 0104-7760On-line version ISSN 2317-6342

Abstract

STEFFEN, Gerusa Pauli Kist et al. MICORRIZAÇÃO DE Parapiptadenia rigida COM ESPOROS DE Scleroderma citrinum. CERNE [online]. 2017, vol.23, n.2, pp.241-248. ISSN 0104-7760.  https://doi.org/10.1590/01047760201723022342.

A inoculação de fungos ectomicorrízicos em mudas florestais beneficia o estabelecimento e crescimento das plantas no campo. Os objetivos do trabalho foram: determinar a capacidade de micorrização do fungo ectomicorrízico Scleroderma citrinum em mudas de Parapiptadenia rigida (angico-vermelho) e avaliar a viabilidade da técnica de inoculação micorrízica de mudas florestais através do uso de esporos. Esporos maduros foram inoculados ao substrato (75% solo e 25% casca de arroz carbonizada), totalizando 1,5 gramas de esporos de fungo por litro de substrato. Sementes de P. rigida foram semeadas em substratos inoculados ou não com esporos de S. citrinum, na presença ou ausência dos óleos essências de Pinus echinata e Eucalyptus citriodora: não inoculado (T1), inoculado (T2), inoculado mais adição de óleo essencial de pinus (T3), inoculado mais adição de óleo essencial de eucalipto (T4). Mudas de Pinus elliottii foram utilizadas para controle positivo da inoculação micorrízica, inoculadas (T5) e não inoculadas com esporos ectomicorrízicos (T6). Aos 90 dias após a semeadura, foram determinados o diâmetro do colo, a altura, as massas fresca e seca da parte aérea e das raízes, o percentual de colonização radicular e o Índice de Dickson. Observou-se presença de estruturas fúngicas no interior das raízes de P. rigida e P. elliotti inoculadas com esporos de S. citrinum, evidenciando a ocorrência de associação ectomicorrízica. A aplicação dos óleos essenciais de pinus e de eucalipto no substrato elevou o percentual de colonização ectomicorrízica nas mudas de angico-vermelho. A adição de esporos maduros de S. citrinum ao substrato de produção das mudas representa uma prática viável de inoculação ectomicorrízica, com possibilidade de utilização em viveiros florestais em programas de micorrização controlada.

Keywords : Ectomicorrizas; Angico-vermelho; produção florestal; método de micorrização; óleos essenciais.

        · abstract in English     · text in English     · English ( pdf )