SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.26 número43Entre a cruz e a espada: religião, política e controle social nas Minas do Ouro (1693-1745)Inquisição e sociedade: a formação da rede de familiares do Santo Ofício em Minas Gerais colonial (1711-1808) índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Varia Historia

versão impressa ISSN 0104-8775

Resumo

KUHN, Fábio. As redes da distinção: familiares da Inquisição na América Portuguesa do século XVIII. Varia hist. [online]. 2010, vol.26, n.43, pp.177-195. ISSN 0104-8775.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-87752010000100010.

A familiatura tinha uma dupla função na sociedade portuguesa de Antigo Regime: além do controle social e religioso exercido por este corpo de oficiais inquisitoriais, a obtenção da carta de familiar também nobilitava os indivíduos que a obtinham. O artigo se propõe a estudar a presença dos oficiais leigos do Santo Oficio na América portuguesa setecentista. Procurou-se compreender o significado desse expressivo número de familiares distribuídos pelas diferentes regiões da colônia brasileira, procedendo a uma avaliação da dimensão dessa rede de agentes inquisitoriais, em particular no Rio Grande de São Pedro e na Colônia do Sacramento.

Palavras-chave : familiares do Santo Ofício; promoção social; elites coloniais; Inquisição.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons