SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.32 issue59Discrimination and Abandonment of Mixed-Race Newborns in Portuguese America: The Examples of Mariana, Vila Rica and RecifeRailway Labourers: The São Paulo Railway Company, 1870-1920 author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Varia Historia

Print version ISSN 0104-8775On-line version ISSN 1982-4343

Abstract

MARZANO, Andrea. Cruzes e feitiços: Identidades e trocas culturais nas práticas fúnebres em Angola. Varia hist. [online]. 2016, vol.32, n.59, pp.471-504. ISSN 0104-8775.  http://dx.doi.org/10.1590/0104-87752016000200008.

O objetivo deste artigo é refletir, através da análise de jornais e textos literários, sobre práticas, trocas culturais e conflitos nas cerimônias fúnebres em Luanda e arredores entre o final do século XIX e o início do XX. Trabalhamos com três categorias sociais: colonos (metropolitanos e descendentes), filhos da terra (nascidos em Angola que dominavam códigos culturais europeus) e gentio (africanos que, por não dominarem códigos culturais europeus, não tinham acesso aos direitos da cidadania portuguesa e podiam ser sujeitos ao trabalho forçado). Em um contexto de intensificação da presença portuguesa e de subalternização das elites da terra e do gentio, os funerais eram ocasiões privilegiadas de manifestação de diferenças e compartilhamentos. Através das práticas fúnebres, os diversos grupos sociais afirmavam suas identidades e promoviam trocas culturais que gerariam não apenas conflitos e controle, mas também formas híbridas de tratamento da morte, explicitando uma importante característica da cultura urbana luandense.

Keywords : práticas fúnebres; Angola; expansão colonial.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )     · press release in English | Portuguese