SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.34 issue66“Science Popularly Treated, and not Science Professionally Discussed Will Be our Writing System” The Press and the Popularization of Science in Brazil in the Second Half of the Nineteenth Century‘Terras da Nossa Terra’ From Radio Waves to Newspaper Columns author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Services on Demand

Journal

Article

Indicators

Related links

Share


Varia Historia

Print version ISSN 0104-8775On-line version ISSN 1982-4343

Abstract

GOMES, Angela Maria de Castro. A escrita da história nos palcos Teatro histórico e crítica literária na Marquesa de Santos. Varia hist. [online]. 2018, vol.34, n.66, pp.669-698. ISSN 0104-8775.  http://dx.doi.org/10.1590/0104-87752018000300005.

Este artigo quer acompanhar a trajetória da primeira peça de teatro histórico a fazer grande sucesso, durante o Estado Novo, quando se lançara uma campanha de nacionalização do ensino, reforçando-se políticas culturais que privilegiavam ações educativas que mobilizassem mídias modernas - como o rádio, o cinema e o teatro -, capazes de atingir amplo e diversificado público. A Marquesa de Santos, de autoria de Viriato Corrêa, encenada pela Companhia Dulcina de Moraes, foi reconhecida como peça de divulgação do conhecimento histórico e fez grande sucesso de público e de crítica. Por isso, permite reflexões sobre a ação de mediadores culturais, como dramaturgos e críticos literários e teatrais, estes nos dando acesso à encenação, às reações do público e igualmente às concepções sobre as relações entre a história “científica” e o ensino de história para o grande público.

Keywords : imprensa; teatro histórico; mediadores culturais.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · Portuguese ( pdf )