SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.16 número3Caracterização do cordão na soldagem FCAW com um arame tubular "metal cored" índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Artigo

Indicadores

Links relacionados

  • Não possue artigos similaresSimilares em SciELO

Compartilhar


Soldagem & Inspeção

versão impressa ISSN 0104-9224

Resumo

CAMPANELLI, Leonardo Contri; ALCANTARA, Nelson Guedes de  e  SANTOS, Jorge Fernandez dos. Soldagem por ponto no estado sólido de ligas leves. Soldag. insp. (Impr.) [online]. 2011, vol.16, n.3, pp. 301-307. ISSN 0104-9224.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-92242011000300011.

A recente preocupação quanto às mudanças climáticas vem impulsionando pesquisas em eficiência energética dos meios de transportes no sentido de reduzir a emissão de gases. Uma das principais soluções consiste na redução do peso estrutural através da aplicação de novos materiais, como as ligas leves de alumínio e magnésio. Entretanto, novos usos ficam muitas vezes limitados pela dificuldade de união desses materiais. A técnica de soldagem por fricção e mistura (FSW) é um processo de união no estado sólido que surge como uma alternativa viável para substituir ou complementar as tecnologias de união consagradas. Como uma junta contínua não é sempre a requisitada, duas tecnologias de união por ponto derivadas do FSW estão em desenvolvimento: soldagem por fricção e mistura por ponto (FSSW) e soldagem por fricção por ponto (FSpW). Além de fornecerem juntas de elevada resistência e praticamente isentas de defeitos, estas técnicas apresentam alta eficiência energética, curto ciclo de soldagem, facilidade de automação e compatibilidade com o meio-ambiente, fazendo frente às técnicas convencionais de união por ponto, como a soldagem por resistência por ponto (RSW) e a rebitagem.

Palavras-chave : Ligas leves; União no estado sólido; Soldagem por ponto.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português