SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue2Feasibility study of the Friction Spot Welding (FSpW) process in thermoplasticsInfluence of the heat input on the microstructure and microhardness of weld overlay of duplex stainless steel author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Soldagem & Inspeção

Print version ISSN 0104-9224

Abstract

RAMOS, Fabiano Dornelles; STROHAECKER, Telmo Roberto  and  SANTOS, Jorge Fernandez dos. A influência do perfil da ferramenta e velocidade de rotação na soldagem a ponto por fricção e mistura mecânica da liga AA 6181-T4. Soldag. insp. [online]. 2012, vol.17, n.2, pp. 104-113. ISSN 0104-9224.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-92242012000200004.

Soldagem a ponto por fricção é um processo que ocorre no estado sólido com alta eficiência energética, baixo custo de produção além de ser um processo ambientalmente limpo. Estes processos por fricção são uma alternativa a processos convencionais tais como solda ponto por resistência, rebitamento e prensagem a frio. A ausência de uma fase de fusão nesses processos elimina defeitos como porosidades, bolhas, rebaixos, inclusões e microestruturas indesejáveis, que frequentemente aparecem na solda e zonas afetadas pelo calor em processos de soldagem por fusão. O processo de SPFMM consiste em uma ferramenta, que é uma combinação de um pino e um ombro que em rotação, penetra nas chapas formando uma junta sobreposta. O contato do pino com regiões adjacentes e do ombro com a superfície superior da junta geram calor de fricção. Este calor de fricção promove a plastificação do material da junta, que ao mesmo tempo é misturado pelo pino consolidando, assim, a formação da junta. O objetivo do presente trabalho é avaliar a influência da utilização de diferentes perfis de ferramenta e diferentes velocidades de rotação sobre a soldagem e o comportamento mecânico de ligas de alumínio soldadas pelo processo de SPFMM. A caracterização metalúrgica foi feita através de microscopia ótica, lupa e eletrônica de varredura. A caracterização mecânica das juntas foi feita através de ensaios de cisalhamento, perfis de microdureza e monitoramento de torque e força durante o processo de soldagem. Ainda foram realizadas análises do fluxo de material durante o processo. Foi possível observar uma tendência de aumentar a resistência mecânica da junta com a utilização de velocidades de rotação mais elevadas em ambos os materiais. A utilização de ferramentas com diferentes perfis apresentou diferenças representativas, porém com muita dependência da combinação de velocidade de rotação, pino e ombro utilizados.

Keywords : Solda Fricção; Perfil da Ferramenta; Velocidade de Rotação.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese