SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.7 issue1A predação, a reciprocidade e o caso das Guianas author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Mana

Print version ISSN 0104-9313

Abstract

LEBARON, Frédéric. O campo dos economistas franceses no fim dos anos 90: lutas de fronteira, autonomia e estrutura. Mana [online]. 2001, vol.7, n.1, pp. 09-29. ISSN 0104-9313.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-93132001000100002.

A noção de economista, longe de simples e evidente, é objeto de numerosas lutas de definição. O exemplo do campo dos economistas franceses, analisado a partir de um conjunto de entrevistas, observações de dados prosopográficos, revela certas características dessas lutas. Estas opõem detendores de formas diferenciadas de capital, que estão elas mesmas em correspondência com posições distintas no campo do poder. Nessas lutas, estão em questão ao mesmo tempo a autonomia e a estrutura desse campo científico. A fraca autonomia relativa do campo da ciência econômica se faz acompanhar de uma forte homologia entre a estrutura desse campo e aquela do campo do poder francês em seu conjunto.

Keywords : Economistas; Ciência Econômica; Campo Científico; Autonomia; Lutas Simbólicas.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese