SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.12 número2Memória, emoção, cognição nos cantos irade dos Ayoré do Chaco BorealNoções de corporalidade e pessoa entre os Jodï índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Mana

versão impressa ISSN 0104-9313versão On-line ISSN 1678-4944

Resumo

GARCIA-PARPET, Marie-France. A gênese social do homo-economicus: a Argélia e a sociologia da economia em Pierre Bourdieu. Mana [online]. 2006, vol.12, n.2, pp.333-357. ISSN 0104-9313.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-93132006000200004.

O artigo se propõe a mostrar que o interesse de P. Bourdieu pelas questões econômicas já estava presente desde seus primeiros trabalhos - sobre o processo de adaptação ao capitalismo das populações autóctones na Argélia - nos quais já se encontram as formas mais elaboradas de uma sociologia da economia. Nesses trabalhos, fortemente ancorados em uma pesquisa realizada na mesma época sobre o celibato e a crise da reprodução camponesa no Béarn, sua região de origem, P. Bourdieu opõe-se radicalmente à concepção da teoria neoclássica, e demonstra que as disposições econômicas mais fundamentais - necessidades, preferências, propensões ao trabalho, à poupança e ao investimento - não são exógenas, colocando em evidência as condições sócio-históricas do comportamento econômico racional. Tais trabalhos revelaram-se essenciais para todas as pesquisas posteriores como fontes de questões a serem examinadas, como matrizes de inovações conceituais e como posturas teóricas posteriormente afirmadas.

Palavras-chave : Pierre Bourdieu; Economia; Mercado; Argélia; Racionalização das condutas econômicas.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )

 

Creative Commons License Todo o conteúdo deste periódico, exceto onde está identificado, está licenciado sob uma Licença Creative Commons