SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.14 número2Imagem, magia e imaginação: desafios ao texto antropológicoCrítica de cultura no feminino índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Mana

versão impressa ISSN 0104-9313

Resumo

ORTEGA, Francisco. O sujeito cerebral e o movimento da neurodiversidade. Mana [online]. 2008, vol.14, n.2, pp. 477-509. ISSN 0104-9313.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-93132008000200008.

Este artigo analisa o movimento da neurodiversidade organizado basicamente por autistas chamados de alto funcionamento que consideram que o autismo não é uma doença a ser tratada, mas uma diferença humana, a qual deve ser respeitada como outras diferenças. O movimento da "neurodiversidade" deve ser inserido em um marco sociocultural e histórico mais amplo que incorpore o impacto crescente no imaginário cultural dos saberes e das práticas neurocientíficas com o paradigma do sujeito cerebral e a expansão da neurocultura. No contexto do sujeito cerebral, o cérebro responde por tudo o que outrora costumávamos atribuir à pessoa e vem se tornando um critério biossocial de agrupamento fundamental. O artigo mostra como uma ideologia solipsista, reducionista e cientificista - o sujeito cerebral - pode servir de base para a formação de identidade e de redes de sociabilidade e comunidade.

Palavras-chave : Neurodiversidade; Sujeito cerebral; Autismo; Classificações psiquiátricas.

        · resumo em Inglês     · texto em Português     · pdf em Português