SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.15 issue2Fundamentos empíricos da razão antropológica: a criação do PPGAS e a seleção das espécies científicasAnimais gordos e a dissolução da fronteira entre as espécies author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Mana

Print version ISSN 0104-9313

Abstract

GASPAR NETO, Verlan Valle  and  SANTOS, Ricardo Ventura. A cor dos ossos: narrativas científicas e apropriações culturais sobre "Luzia", um crânio pré-histórico do Brasil. Mana [online]. 2009, vol.15, n.2, pp. 449-480. ISSN 0104-9313.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-93132009000200005.

Na última década, o crânio de uma mulher escavado em Lagoa Santa, Minas Gerais, tornou-se um ícone científico e cultural no Brasil. Luzia é tida como um dos mais antigos remanescentes ósseos humanos das Américas, com aproximadamente 11.500 anos. Neste trabalho são analisados discursos e representações sobre e em torno desta peça pré-histórica. Situado entre os domínios da natureza e da cultura, o espécime foi transubstanciado em um indivíduo dotado de características pessoais próprias, além de relacionado aos debates sobre a ancestralidade biológica e cultural do povo brasileiro. O trabalho também explora as apropriações socioculturais sobre Luzia, que envolvem questões relativas a disputas científicas sobre primazias e temporalidades de ocupação do continente americano; representações da pré-história; bem como as interfaces entre raça, ciência e sociedade no Brasil contemporâneo.

Keywords : Antropologia da Ciência; Paleoantropologia; Ciência e Mídia; Identidades; Cor [Raça]; Brasil.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese