SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.17 issue2Mas eu fui uma estrela do futebol! As incoerências sociológicas e as controvérsias sociais de um militante sem-terra sul-africano author indexsubject indexarticles search
Home Pagealphabetic serial listing  

Mana

Print version ISSN 0104-9313

Abstract

SEYFERTH, Giralda. Campesinato e o Estado no Brasil. Mana [online]. 2011, vol.17, n.2, pp. 395-417. ISSN 0104-9313.  http://dx.doi.org/10.1590/S0104-93132011000200006.

Neste trabalho, são discutidos alguns aspectos do debate conceitual que cerca as noções de campesinato e sociedade camponesa e as transformações sociais no campo, ressaltando o problema da relação dos camponeses com o Estado. A análise destaca um exemplo significativo dessa relação, a colonização estrangeira, resultante de políticas públicas voltadas para a ocupação de terras devolutas, iniciada no sul do Brasil em 1824. Trata-se de um caso que permite observar o papel do Estado no controle de um processo de povoamento envolvendo imigrantes europeus e a consequente formação de um tipo de campesinato étnico diferenciado de outras realidades rurais brasileiras.

Keywords : Campesinato; Estado; Políticas Públicas; Colonização Estrangeira; Identidade.

        · abstract in English     · text in Portuguese     · pdf in Portuguese