SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.22 número2A COLEÇÃO OVIMBUNDU DO MUSEU NACIONAL, ANGOLA 1929-1935DA VIDA HEROICA AO DIÁRIO ERÓTICO: SOBRE AS MORTES DE CURT NIMUENDAJÚ índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Mana

versão impressa ISSN 0104-9313versão On-line ISSN 1678-4944

Resumo

VILLALON, Adriana María. CONSTRUINDO A BASQUIDADE: SOBRE ESTÍMULOS, CONVIVÊNCIAS E LIMITES LINGUÍSTICOS. Mana [online]. 2016, vol.22, n.2, pp.519-550. ISSN 0104-9313.  http://dx.doi.org/10.1590/1678-49442016v22n2p519.

Este artigo analisa práticas de promoção do conhecimento e uso do euskera (língua basca) no País Basco, Espanha, para mostrar a complexidade das formas como um governo local, com ambições de Estado, define limites e acessos ao mundo euskaldun (dos falantes de basco) e não euskaldun. Assim, são descritas interações e desencontros entre o fazer institucional, que busca gerar certas adesões linguísticas, e as práticas empregadas pela população local. Mostra-se como a prática linguística se aplica à construção da convivência, categoria que interpela outros âmbitos, como o escolar, as políticas migratórias e o atual processo de paz basco.

Palavras-chave : Euskera; Conhecimento e uso; Espaços; Convivência; Limites.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Espanhol     · Espanhol ( pdf )