SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.24 número1A LINHA DA DOBRA. ENSAIO DE COSMOLOGIA MESOAMERICANA“OS HORMÔNIOS TE SALVAM DE TUDO”: PRODUÇÃO DE SUBJETIVIDADES E TRANSFORMAÇÕES CORPORAIS COM O USO DE RECURSOS BIOMÉDICOS índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Mana

versão impressa ISSN 0104-9313versão On-line ISSN 1678-4944

Resumo

RAMOS, Danilo Paiva  e  EPPS, Patience. CAMINHOS DE SOPRO: DISCURSO XAMÂNICO E PERCURSOS FLORESTAIS DOS HUPD’ÄH. Mana [online]. 2018, vol.24, n.1, pp.161-198. ISSN 0104-9313.  http://dx.doi.org/10.1590/1678-49442018v24n1p161.

Vagarosamente, as pegadas dos viajantes Hupd’äh deixam a aldeia e seguem pelos caminhos de mata. Tateiam o solo úmido da floresta amazônica pisando e repisando percursos ancestrais. Devidamente protegidos pela ação xamânica dos anciões, os jovens caminhantes seguem seus mentores, observam plantas, paisagens, rastros e ouvem encantamentos xamânicos. Partindo da análise comparativa entre, de um lado, viagens para lugares sagrados (morros e cavernas) e, de outro, a viagem do xamã no “benzimento dos caminhos” para proteger os viajantes, busca-se evidenciar as relações entre a palavra xamânica, os caminhos vividos e os modos de mobilidade hup. Descrevendo em paralelo os aspectos de mobilidade das exegeses de encantamentos e os elementos xamânicos revelados pelas paisagens florestais, o artigo pretende mostrar a importância dos caminhos e dos lugares sagrados Hupd’äh para o chamado sistema multiétnico de geografias xamânicas do Alto Rio Negro. Em que medida, através da mobilidade dos xamãs pelas palavras e da mobilidade dos viajantes por seus passos, os Hupd’äh, povo do Alto Rio Negro-AM, descrevem seus percursos de observação e ação ao longo do mundo?

Palavras-chave : Xamanismo; Mobilidade; Discurso; Povo Hupd’äh, Alto Rio Negro.

        · resumo em Espanhol | Inglês     · texto em Português     · Português ( pdf )