SciELO - Scientific Electronic Library Online

 
vol.25 número1O corpo culpado no espaço público: sobre dissidências, traições e arrependimentos na convivência basca índice de autoresíndice de assuntospesquisa de artigos
Home Pagelista alfabética de periódicos  

Serviços Personalizados

Journal

Artigo

Indicadores

Links relacionados

Compartilhar


Mana

versão impressa ISSN 0104-9313versão On-line ISSN 1678-4944

Resumo

DULLO, Eduardo. Comparação: implícita, explícita e valor. Mana [online]. 2019, vol.25, n.1, pp.220-235.  Epub 30-Maio-2019. ISSN 0104-9313.  https://doi.org/10.1590/1678-49442019v25n1p220.

Desde os primórdios da disciplina os/as antropólogos/as fizeram uso de formas de comparação (entre práticas, sociedades, culturas, civilizações). Entretanto, nas últimas décadas do século XX e na primeira década do século XXI sua condição metodológica foi repensada como consequência de alguns desenvolvimentos teóricos críticos dos conceitos de cultura e sociedade, colocando novas questões acerca das unidades de análise a serem investigadas. A presente reflexão visa pontuar a mudança recente de revitalização da comparação como parte explícita (ou epistemológica) da reflexão antropológica - e não apenas como a dimensão implícita, isto é, o (sempre presente) pressuposto da análise. Argumento que a transição de sua condição implícita para explícita decorre da sua posição como um valor.

Palavras-chave : Comparação; Teoria Antropológica.

        · resumo em Inglês | Espanhol     · texto em Português     · Português ( pdf )